MESTRE BONSAI

Especialistas, somos nós.

  • FOTOS / Pictures

    Canais/Channels

  • Canal Mestre Bonsai no Youtube



  • It is a lame translation, but it is a translation :-)

  • Mestre Bonsai no Instagram
  • Procurar no site: Mestre Bonsai

  • Coloque o seu email para passar a receber uma notificação por email sempre que houverem alterações.

    Junte-se a 3.096 outros seguidores

  • Blog Stats

    • 658,069 _ Desde 10/2010
  • Março 2011
    M T W T F S S
    « Fev   Abr »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    28293031  
  • Arquivos

  • Subscrever

  • Top Posts

  • Stat



  • Map
  • Prémios Atribuídos

Como transplantar o Bonsai. Transplante quase sem stress

Posted by mestrebonsai em Março 2, 2011

* Ultima actualização: 2013 05 23

TRANSPLANTES:

– Folhosas: Início da estação de crescimento até meio do verão

– Coníferas ou folhas espinhosas: Dias mais frios do ano.

Deve-se fazer o transplante na primeira época correcta a seguir à aquisição do bonsai.
Para a maior parte das folhosas não frutíferas transplanta-se na primavera vegetativa, ou seja, mal aparecem os primeiros rebentos der crescimento… e pode efectuar-se o transplante até ao primeiro mes de início de verão. Depois deve-se evitar devido ao stress do calor intenso.
.

COMO TRANSPLANTAR CORRECTAMENTE UM BONSAI.

É de lamentar que se digam tantas asneiras por aí… como a de cortar 1/3 das raízes, ou a do método florista que agarram como está e colocam noutro vaso com um bocadinho de terra à volta!

Para o bonsai ser saudável, as raízes devem ser tão treinadas como os ramos. E como só as vemos de dois em dois anos, tem que se posicionar correctamente, cortar e alimentar para mais tarde não existirem problemas.

A Terra / Solo / Mistura
É muito importante sabermos as exigencias de solo da espécie a ser transplantada. Foram milhares de anos de evolução a tentar tirar partido de um tipo de solo específico. Quando contrariamos ou temos um solo deficiente, notar-se-á na saúde e evolução do bonsai.
A drenagem (velocidade de escoamento da água) é importante, não interessa que a água fique empoçada, mas interessa que fique retida humidade junto das raízes de modo a que a planta tire proveito da mesma, sem excessos e sem falta. Facilita a aplicação de fertilizantes, sendo que o aproveitamento em menores quantidades chega a todo o sistema radicular em vez de só a algumas eleitas.

Então comecemos:

O Bonsai de exemplo é um Ligustrum, comercial, chinês.
Como digo na ficha técnica, gosta de solos ricos em húmus mas com minerais, como se verá mais à frente, misturei para tal akadama.

As minhas ferramentas de eleição são a tesoura, o pau chines e às vezes o alicate de corte lateral (se as raízes forem grossas).

Não uso “garfos” nem “ganchos”, a minha experiência ensinou que devemos respeitar tanto as raízes como os ramos e como tal temos de ter calma e fazer o transplante com tempo.

.

A maior parte dos bonsai comerciais têm um conjunto de raizes tão compactas que é dificil retirar do vaso. Com cuidado vai-se soltando a toda terra à volta, até se conseguir.
Como se vê a massa de raizes é impressionante e exagerada.

.

Aproveitei que estava com o espeto de metal e utilizei-o para soltar as raízes, que estavam tão compactas que o pau chinês nem tinha espaço para o usar. Vai-se soltando lentamente em redor, toda a massa de raízes que normalmente foram crescendo dando varias voltas em redor.
É muito comum num vaso de 20cm encontrarem-se raízes que chegam a ter entre 1mt e 2 mt.

*
(Estou a pedir emprestada esta imagem,
mas mudo assim que fizer uma minha)

Outro método de retirar a terra das raízes é usar um
chuveiro forte (jacto de água desde que não demasiado forte).
.
.

Nesta imagem maior, pode-se ver uma raíz que tinha cerca de 1mt.
Deve-se estudar com cuidado a raiz e verificar se a podemos cortar e onde a devemos cortar.
No exemplo:
a) O pau chines indica o topo da raiz, a área mais chegada ao tronco, conseguem-se verificar algumas raizes menores que partem da maior.
b) A peça de plastico laranja/amarelo indica onde terminam essa micro-raizes, ou seja, será um bom sítio para cortar.
c) O cabo laranja da ferramenta indica o local onde se encontram a maior partes das raízes de alimentação.

Observações: Se não tivessemos as pequenas raízes de alimentação entre o pau chines e o indicador de plástico, não devemos cortar essa raíz se estivermos a lidar com uma espécie de crescimento lento. Mesmo as de crescimento rápido que é o caso do Ligustrum, nem sempre convém arriscar, tal corte teria consequências a nivel de ramos/folhas, na melhor das hipóteses perdemos algumas folhas e ramos fininhos. Na pior das hipóteses perdemos todo um ramo.
Quando não se pode cortar nada, deve-se cortar apenas as pontas das raízes de alimentação, ali mesmo na pontinha. Num próximo transplante teremos mais hipóteses e pode-se arriscar mais.

…………………………………………………

 .

.

.

.

.

.

Enquanto se mantém as raízes húmidas, trata-se agora da mistura.
Regra geral, quando o bonsai é grande, faz-se primeiro a mistura e depois  todo o trabalho na árvore.

Na imagem a terra mais escura é humus, a terra castanho-claro é Akadama e a terra “acinzentada” é uma mistura minha que contém húmus de minhoca, areia e lodo de lago. O lodo de lago decomposto contém aminoácidos e outros componentes que ajudarão na recuperação do bonsai.

.

Neste caso vou usar o mesmo vaso, sendo um bonsai comercial, seria mais um custo para mim ou para o cliente. Se fosse um bonsai para mim eu usaria um vaso com cerca do dobro do espaço para que o bonsai se desenvolvesse mais.
O Vaso convém não ser vidrado no interior, convém ser maior caso ainda esteja no vaso de transporte (aquele azul muito pequeno), deve ter os furos de drenagem para escoar o excesso de água.

No fundo do vaso coloco uma rede (a vermelho). Isto evita que a mistura caia pelo buraco de drenagem mas permite que a água em excesso saia livremente.
A rede em questão cortei-a de um saco de batatas. Funcionam melhor as redes semi-rigidas do que as muito maleáveis.

[] Eu não uso arame para prender a rede. Ela fica presa com a mistura. Para que o arame?!!
[] Só se deve prender o bonsai ao vaso quando este está sujeito a movimento, quer seja pelo vento, por pessoas ou animais. Se vai estar dentro de casa, sossegado, e o único movimento é o percurso para a banca para ser regado ou o rodar em relação à luz (cada vez que se rega), então é absolutamente desnecessário.


Deve-se colocar uma camada de mistura no fundo do vaso e compacta-la, depois coloca-se mais um pouco de modo a fazer um pequeno monte, será em cima deste monte que se “pousará” a árvore. Assim evita-se que fique um “poço” de ar no meio das raízes o que evitaria o seu crescimento e desenvolvimento.

.

.

Coloca-se o bonsai sobre a terra e distribui-se as raízes de forma radial, evitando que fiquem cruzadas ou enroladas.

Depois começa-se a colocar a mistura e vai-se aconchegando com o pau chines ou até com os dedos de modo a que a mistura envolva por completo todas as raízes.

No final pode-se colocar um pouco de musgo que tem apenas efeitos estéticos. Geralmente, apenas coloco um pouco em redor da área do tronco, sem exagerar, ganhando-se assim o efeito estético e ao mesmo tempo sem prejudicar o bonsai.

Nem todos os musgos sobrevivem dentro de casa, pelo que, sempre que for passear a algum lado, procure pequenas porções, principalmente que nasça emmuros ou pedras, e depois coloque no vaso do bonsai. Um dos tipos de musgo um dia será resistente e ficará quase sempre verde em relação a outros.

Na última fase do transplante, vem algo muito importante, a rega.

DEVE-SE regar abundantemente e encharcar por completo toda a nova mistura, até que a água saia abundantemente pelo buraco de drenagem.

Se o bonsai tém muita folhagem pode-se e é uma ajuda à recuperação do mesmo, efectuar uma poda mais a sério. Diminuindo a massa de folhas, diminui a transpiração, ou seja, menos stress para as raízes. Tem a vantagem adicional que com menos folhas a planta não dispende tanta energia, pelo que a usará em grande parte na recuperação e crescimento das raízes.

APÓS TRANSPLANTE, É IMPORTANTE:

a) Durante o próximo mês deve-se manter a terra sempre molhada. Nada de pratos com água, é a terra que deve permanecer molhada e não encharcada. A partir do segundo mês, regar e manter a humidade-pano-torcido.
b) NUNCA se fertiliza durante um mês, eu aconselho a NÃO FERTILIZAR DURANTE DOIS MESES. Porém pode-se incluir Vitaminas/aminoácidos na água da rega, como o Vita-Bonsai, em pequenas quantidades. Tal ajudará na recuperação das raízes.
c) Não colocar o bonsai ao sol, principalmente após um transplante. Muita luminusidade, nada de sol directo.

.

No Mestre Bonsai, fazemos o transplante por si se ainda não se sentir seguro.
Trabalho GRATUÍTO. Apenas paga a terra e vaso se o quiser mudar.

Com a vantagem de que terei todo o gosto em ir ensinando durante o processo.
Se apenas quiser deixar o bonsai e depois voltar, também é hipotese válida.

38 Respostas to “Como transplantar o Bonsai. Transplante quase sem stress”

  1. Alisson Willon Diazz said

    Mestre,(um mercado aqui perto de casa vende plantas de aparência morta, tipo folhas secas,muchas, sem flores cactos quase morrendo e nesse dia tinha um Bonsai por 1,79 sempree compro plantas assim é sempre consigo recupera-las, adoro muiito fazer isso) comprei o Bonsai “folhas extremamente secas” como desafio de um colega que estava comigo dizendo se eu conseguiria recuperar um Bonsai.
    O Bonsai estava com folhas secas, galhos grandes e pontudos e aparência bem seca e dura, Raspei com uma pinça bem no tronco prox a terra está verdinho, o vaso do Bonsai estava tipo faltando terra, não coloquei mais terra pois não sei de que tipo de nutrientes precisa. Como eu sei que plantas geralmente quando as folhas estão secas elas se esforçam em tentar recuperar as próprias folhas, resolvi tirar todas as folhas secas com uma tesoura e como um outro Blog por aí concelhou eu mergulhar o vaso em uma bacia de água, até aproximadamente um dedo acima de onde termina o vaso e deixar 15 minutos (deixei só 5 fiquei com medo desse procedimento até pq cerejeira não é aquática) queria poder transplanta-la, que tipo de terra e nutrientes que eu uso?
    O que eu faço para recupera-lo?
    Eu mergulhei ele por acaso isso vai prejudica-lo futuramente? Se Sim que devo fazer para que não o prejudique futuramente?”
    É normal essas folhas secar demais?
    Fiz errado em tirar todas as folhas secas?
    Obs: LITERALMENTE TODAS AS FOLHAS ESTAVAM SECAS.

  2. Cláudio Pedro said

    Boas Mestre
    Comprei nesta passada segunda feira um Bonsai num supermercado, dizia só que era um Carmona, não dizia a sua idade.
    Ontem transplantei-o para um vaso de barro , penso que é de 20cm por 10 ou 15cm.
    Usei substrato que comprei mas como não encontrei substrato para bonsai, comprei um universal que contem casco de pinheiro, substrato orgânico e mais qualquer substrato.
    Como tinha algumas pedras pequeninas para aquário, fiz uma mistura destas pedras com esse substrato universal que comprei e mesmo no topo coloquei terra do meu quintal.
    Cortei algumas razies, não muitas porque ele também não tinha muitas e como tem um copa grande não quis cortar radicalmente as raízes.
    Mas cortei umas raízes que estavam mesmo por cima junto a uns ramos que vinham do tronco, este bonsai tem ramos logo em baixo junto ao tronco posso corta-los?
    A minha questão é que o pus junto a uma janela mais ou menos a uns 2 metros mas com claridade sem sol directo, cortei algumas folhas não muitas, reguei-o ontem e hoje reguei-o ate sair agua pelos buracos.
    Será que vai sobreviver a este transplante? Quanto tempo demora ate saber se tudo correu bem ou não?
    Tenho que o regar todos os dias?
    Como é o meu primeiro Bonsai tenho medo que morra.

    Cumprimentos

    Cláudio Pedro

  3. henrique said

    pois é. vi que errei entao. comprei uma jabuticabeira.. fiz o transplante dela porque ja estava com dificuldades para florescer. no dia 21/12 fiz o transplante, no dia 22/12 ontem ela estava bem verde, nascendo mais folhas.. hoje dia 23/12 estao murchas caidas.. e lendo o outro comentario vi que fiz errado.. coloquei somente terra preta ( de saco) e coloquei esterco de galinha.. somente. nao deixei no sol estes dois dias.. mas recebendo luz . se alguem puder dar um auxilo, agradeço

  4. Sabrina said

    Descobri seu site pois estou com um bonsai de jabuticaba em casa e ele está mal. Lendo muito do conteúdo daqui, percebi que cometi um erro comum de muitos iniciantes no cuidado com bonsai ( coloquei fertilizante demais por recomendação do vendedor de uma loja de ração e produtos para plantas). Usei o NPK 10-10-10. O caule está verde por dentro mas as folhas caíram todas. Vi em suas orientações que deve- se transplantar a planta. Só que eu não tenho o menor conhecimento para isso e acho que vou acabar matando ela se tentar. Minha pergunta: se eu deixar a planta nesse caso mesmo, existe alguma forma menos radical de eliminar esse excesso de fertilizante e fazer com que ela se recupere? Se eu só deixar ela a base de rega constante e iluminação ela se recupera sozinha? To morrendo de pena de ver a planta sofrendo…. Me ajuda! Obrigada, Sabrina

    • SEM CORTAR raízes… lave toda a terra e coloque terra NOVA. Regue bastante e mantenha as regras de rega:

      Mantenha a terra húmida. Não tenha um prato com água debaixo do vaso. Pode ter o prato, mas tem de estar sempre seco. Rega-se por cima da terra e nunca se mergulha o vaso
      https://mestrebonsai.wordpress.com/2012/06/11/agua-e-as-plantas/

      • Sabrina said

        Boa noite. Obrigada pela resposta. Mas,que tipo de terra eu devo usar? Alguma recomendação específica para a jabuticaba? Obrigada mais uma vez!

      • Eu aconselho a utilizar 1/3 de uma terra barrenta (se tiver no jardim pode ser dessa) e 2/3 de Humus (aquela terra preta, feita de material organico BEM decomposto).
        O Humus não deve cheiral mal e se for em comprado em saco, não deve ser adubado, porém se disser fertilizado e não cheirar mal pode ser usado.

  5. joana said

    Boa tarde, O meu bonsai é um ficus e tenho reparado que algumas folhas estão a ficar amarelas, e as raizes estão a começar a sair da terra, devo fazer um transplante? Será melhor esperar até a altura certa do ano, ou poderá ser feito agora?

  6. Valeria Toti said

    Boa Tarde!
    Comprei um bonsai de jabuticaba no supermercado faz 2 dias, esta com vaso de plástico e com pedrinhas branca. Como sou iniciante, gostaria de saber se precisa ser transplantado agora para outro vaso com substrato ou esperar a proxima primavera para fazer esse procedimento e também qual o mês é adequado para adubar.

  7. Paulo Martins said

    Bom dia. Embora morando no Brasil e observando algumas diferenças climáticas ao longo do ano, sempre li suas orientações e agradeço por elas. Acredito em Vossa experiencia e prática e me oriento muito por elas. Um afetuoso e agradecido abraço.

    • Obrigado. De nada🙂
      Sim, convém adaptar algumas instruções ao clima🙂
      É por isso que me preocupo em dizer: Tempo frio e Tempo quente em vez de nomes de meses… porque sei que aqui é inverno e aí é verão😉
      Abraço

  8. Boa tarde.
    Iniciei-me agora com um bonsai, o único papel que tras com ele diz apenas “Ficus Ginseng… Santé” – vem num vaso que não tem buraco para drenagem e com 17 cm Larg. x 17 cm comp x 9 cm ce altura…. Pelo que li aqui na vossa página, convem ser num vaso maior.
    Muito se diz sobre as podas os transplantes e as regas destas pequenas maravilhas…
    Pelo que li na vossa pagina tem explicações totalmente opostas a outras que tenho lido, tais como, nunca mergulhar o bonsai após o transplante etc.
    Precisava de uma explicação: sendo este tipo de bonsai que descrevi acima, estva a pensar muda-lo de vaso para um maior e com drenagem agora…
    perguntas:
    É boa altura do ano?
    Que tipo de mistura devo usar?
    Onde compro o fertilizante e que tipo de fertilizante hei-de comprar?
    Onde compro as vitaminas e que tipo de vitaminas?
    Não sei a idade dele mas se me responderem envio-vos uma foto para melhor se enquadrarem.

    Obrigado e parabéns pelo vosso trabalho.

    Sou de Aveiro e quem sabe um dia passarei no vosso espaço.

    • Antes de mais a ficha técnica do Ficus: https://mestrebonsai.wordpress.com/2009/01/28/ficus-ginseng/
      Transplante: Convém mudar para vaso maior se as raízes estiverem demasiado compactadas nesse vaso ou se quiser que o bonsai cresça mais. https://mestrebonsai.wordpress.com/2011/03/02/como-transplantar-o-bonsai/
      Sim, algumas informações são opostas ao que se lê por aí, eu falo por experiencia própria de mais de 30 anos e pelo estudo efectuado, enquanto que o que se diz por aí é a cópia do que alguém uma vez disse… e quem conta um conto…
      Sim, em Portugal é uma óptima altura para transplantar o Ficus.
      Para o Ficus use 50% Humus (terra preta); 25% Areia; 25% akadama (ou terra barrenta)
      Nós aki temos fertilizantes, pode comprar fertilizantes em que o NPK seja equilibrado, ou seja os 3 valores estão muito proximos.
      Também temos vitamina: vitabonsai (o original)
      Sim, se tirar fotos, envie para o email (ali ao lado esquerdo), principalmente das raízes se for fazer o transplante, assim darei uma resposta mais acertada.

  9. ligia said

    Olá,

    comprei um “bonsai” de figo no supermercado…. pretendo replantá-lo em uma bacia grande para que se desenvolva mais rápido. Qual seria a mistura de terra melhor a fazer?

    Tenho também um bonsai de jasmim anão, 04 anos, qual seria a melhor terra para essa planta? o solo da minha parece ser bem argiloso, com muito musgo, nao penso ser este o ideal…

    Grata! Aliás, ótimo artigo acima!!

  10. Pedro said

    Boa noite mestre!

    Antes de mais, muito obrigado pelo fantástico serviço público que presta com este website!

    Comprei dois bonsais em loja não especializada (agora já sei que não foi o mais acertado…) há 3 ou 4 dias e estão com bom aspecto, começando a nascer algumas pequenas folhas novas. Um deles tem 5 anos e o outro tem 6. A minha questão é a seguinte: Se a data de compra coincidir exactamente com a época correcta de transplante (como foi o caso) é melhor:

    a) começar já o processo de transplante
    b) esperar algumas semanas que o bonsai se habitue à nova casa/ambiente
    c) esperar pelo início da próxima época correcta

    Obrigado pela ajuda!

    • Sim, transplante. Ele vai reagir ao stress de uma vez só. Esperando vai enfraquecer e transplantando pouco tempo depois volta a enfraquecer.
      Ou transplanta agora ou só para o ano

  11. Roberto said

    Prezado,
    Comprei um substrato para bonsai e realizar o transplante de vaso utilizando este substrato já é suficiente para nutrir o bonsai?
    A especie eh procumbens e estamos na epoca do inicio da primavera.
    obrigado

  12. João Gonçalves said

    Boa noite,

    À cerca de um ano recebi um bonsai (ligustrum “chinesis”) semelhante ao da foto. Passado pouco tempo ele sofreu uma queda e o vaso original partiu-se. No próprio dia comprei um vaso um pouco maior e fiz o transplante mas não separei as raízes, coloquei o bonsai no novo vaso com as raízes compactas como estão nas primeiras fotos deste artigo, e simplesmente adicionei terra.
    Já se passou um ano e até agora não ouve grandes problemas mas nos dias que correm o bonsai não anda muito bem, não tenho notado grande crescimento e alguns ramos e folhas têm secado (provavelmente por excesso de exposição solar).
    Gostaria de saber se devo fazer o transplante novamente. E se é possível utilizar o mesmo vaso.

    Aguardo resposta,
    Obrigado, João Gonçalves

    • Haa… ele caiu.
      Pode ter partido raízes… a terra tem de estar sempre humida, não pode secar.
      Mas se passou um ano… é esquisito reagir assim a não ser que esteja exposto a uma fonte de calor, geralmente o sol. Mesmo que regue muito, se estiver ao sol acontece o mesmo.
      O que está nos livros (exposição de luz directa) não está correcto para os bonsai que se vendem por aí em vasos pequenos e sem tratamento diário. Principalmente rega adequada

      • João Gonçalves said

        Sim ele tem estado exposto ao sol, mas nos últimos dias retirei-o do sol e parece estar a melhorar. A minha duvida é mesmo se devo fazer o transplante novamente ou não.

        Obrigado

  13. Bruno said

    comprei actualmente um ficus ginseng,e gostaria se saber quando o posso transplantar

  14. Sérgio said

    boa tarde

    Peço desculpa pela pergunta , mas comprei um acer deshojo e gostaria de saber qual o mês indicado para a transplantação..

    muito obrigado

    • Sempre que precisar.
      A melhor altura de transplante dos acer é a seguir ao Inverno quando começam a aparecer os primeiros rebentos (Primavera vegetativa). Temos maiores hipoteses de crescimento e ainda não está demasiado calor nem está demasiado frio.

  15. Já agora, o bonsai das fotos está em loja para venda, saudável e bonito.

  16. Agata Cardoso said

    Parabens pela explicacao sobre como fazer o transplante de um bonsai. É bastante clara e promenorizada. Gostaria de observar na 1ª vez. o meu esta comigo a 4 anos e nunca o transplantei. Gostaria de agendar convosco para o levar ai. Cumprimentos, Agata C

    • Muito Obrigado. Pela quantidade de visitas diárias (entre 35 e as 179) veio dar muito jeito, inclusivé aos nossos vizinhos de oceano no Brasil🙂

      Pode agendar pelo email que mostro ali do lado esquerdo debaixo do simbolo. Ou passar por cá quando estou eu: 2a a 5a – 9h ate 19h e 6a – 16h ate 19h.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s