MESTRE BONSAI

Paciência é quando respiramos com o mesmo ritmo do bonsai.

  • FOTOS / Pictures

    Canais/Channels

  • Canal Mestre Bonsai no Youtube



  • It is a lame translation, but it is a translation :-)

  • Mestre Bonsai no Instagram
  • Procurar no site: Mestre Bonsai

  • Coloque o seu email para passar a receber uma notificação por email sempre que houverem alterações.

    Junte-se a 3.136 outros seguidores

  • Blog Stats

    • 740,536 _ Desde 10/2010
  • Março 2011
    S T Q Q S S D
    « Fev   Abr »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    28293031  
  • Arquivos

  • Subscrever

  • Top Posts

  • Stat



  • Map
  • Prémios Atribuídos

Archive for 10 de Março, 2011

“Compre o que é nosso”

Posted by mestrebonsai em Março 10, 2011

Desde 10 Março de 2011 ostentaremos a seguinte frase na nossa montra: “COMPRE O QUE É NOSSO“.

Eu sou a favor do produto Nacional, mas é claro que nos tempos que correm é difícil comprar apenas Português, e infelizmente alguns ainda não acordaram para os tempos que correm e querem ganhar tudo de uma vez só!
Se compra apenas Português dou-lhe os meus parabéns… mas existem entraves para muitos, o facto de não existir fabricante Portugues, por ex!

É aqui que o meu apelo se faz sentir: como exemplo, descobri, desde que tenho o meu próprio negócio, que muitas vezes existe uma loja Portuguesa bem pertinho de uma Chinesa e ambas vendem o mesmo produto, ao mesmo preço, mas o povo Portugues teima em entrar na loja Chinesa “porque é mais barato”!

Acredito que o povo Português tem de começar a ter orgulho de ser Portugues e começar a pensar. ACORDAR e olhar em redor.

Vamos então ver se concordam comigo:  Mesmo que o tal produto seja Chines, foi comprado por uma loja Portuguêsa e por uma loja Chinesa.
Quando o cliente compra à loja Portuguesa, está-lhe a dar força para continuar, muitas vezes até em conseguir baixar os preços, pois pode comprar em quantidade. Mas o que interessa aqui é que o dinheiro permanece em Portugal. É nosso. Ou seja apenas saiu a quantia inicial da compra do produto.
Quando o cliente compra à loja Chinesa, para onde pensa que o dinheiro da compra vai? China. A grande maior parte vai com eles para a China. Ou seja, sai no mínimo DUAS vezes a quantia do produto para a China. Repare que eles nem têm conta bancária cá.

Sobre as lojas Chinesas: É a mais pura verdade o que se diz por aí e que é bem calado pelos nossos políticos. Existe um acordo entre Portugal e a China sobre o facto de abrirem lojas Chinesas por cá, eles Não pagam impostos de Iva,não pagam licenças e uns quantos outros que ainda me tenho de informar. Só pagam imposto daquilo que o cliente pedir factura, mas ninguém pede! Mais interessante é que a embaixada deles intercede no aluguer do espaço para a loja de modo a que o preço diminui para preços ridículos.
Mas o nosso estado ajuda um Portugues a abrir loja? Ajuda a evitar impostos? Ajuda nos aluguers? Claro que não.

Como tenho loja vou dar-vos a conhecer um pouco do meu mundo, aquilo que pago TODOS os ANOS: Pago os IVAs e os IRCs, pago aluguer de espaço (loja), pago licença para ter um reclame por cima da loja, sou obrigado a ter Seguro de Saúde no trabalho, obrigado a pagar a revisão de 2 extintores de incendio, Licenças para poder vender fertilizantes e licenças para vender terra (eu sei, ridículo), licença para poder colocar dizeres nas montras a anunciar produtos ou eventos, água, luz. Sou obrigado a ter conta bancária e ter um mínimo depositado, e ainda pago o novo imposto PEC que é DAR dinheiro ao estado (cerca de 1000€) sem nunca mais os ver: todos os anos.
Eu mostro-vos as minhas “dores de carteira”, porque sei que muita gente diz e pensa que os lojistas querem ganhar tudo de uma vez… mas se virem os encargos vêm e chegam à conclusão do porque da lojinha simpática ao fim da sua rua (que até tinha preços baratinhos) ter fechado quando aquela outra lojinha “barata” de outra etnia que abriu.

Fecham-se excelentes lojas, porque se continua com o pensamento de que eles têm mais barato. Não têm, vejam bem. Não estou sequer a falar em qualidade, apenas que comparem e acordem, porque quando a realidade vos bater de frente pode ser tarde demais. Aliás… já está a ser.

Uma frase intemporal de John F. Kennedy aplica-se nos tempos que correm ao nosso País: “Não pergunte o que o seu País pode fazer por si, mas o que você pode fazer pelo seu País“.

“Compre o que é nosso”, mantenha o nosso dinheiro por cá.

Posted in Notícias e política | 3 Comments »