MESTRE BONSAI

Especialistas, somos nós.

  • FOTOS / Pictures

    Canais/Channels

  • Canal Mestre Bonsai no Youtube



  • It is a lame translation, but it is a translation :-)

  • Mestre Bonsai no Instagram
  • Procurar no site: Mestre Bonsai

  • Coloque o seu email para passar a receber uma notificação por email sempre que houverem alterações.

    Junte-se a 3.096 outros seguidores

  • Blog Stats

    • 658,069 _ Desde 10/2010
  • Julho 2012
    M T W T F S S
    « Jun   Set »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031  
  • Arquivos

  • Subscrever

  • Top Posts

  • Stat



  • Map
  • Prémios Atribuídos

Poda do Bonsai

Posted by mestrebonsai em Julho 4, 2012

Ultima actualização: 5/7/2012
(Este artigo está e estará em construção)
PODAR O BONSAI

A poda do bonsai tem uma função restauradora para além da função estética. Permite a renovação de ramos, dá-se assim um rejuvenescimento. Removem-se ramos com problemas, mal posicionados ou mortos, removem-se áreas foliares menos saudáveis. Consegue-se também com a poda um equilíbrio entre a massa foliar e área radicular, por exemplo durante um transplante.
A poda é algo fundamental para os bonsai, estabelece-se uma estrutura básica, evitam-se problemas, equilibram-se ou desviam-se as energias (força) de crescimento.

.

“REGRAS”

* Pode-se podar o bonsai em qualquer altura do ano DESDE QUE haja crescimento visível.

.

PODAS DE REFINAMENTO / MANUTENÇÃO
São podas para manter o bonsai com um aspecto de… bom, bonsai. Quando se deixa o bonsai crescer demasiado, torna-se “selvagem”, um arbusto. Como está num vaso pequeno, começa a ter demasiada energia despendida na ramificação e poucas raízes para alimentar essa massa, isto porque o vaso limita o crescimento das mesmas. O Bonsai começa a dar sinais de stress e os problemas começam.

PINÇAGEM
É efectuada com tesoura, pinça ou com os dedos, e consiste no corte ou retirar as pontas de crescimento da planta.

Nos pinheiros retira-se o topo de crescimento, a maior parte das vezes é suficiente cortar as gemas terminais com os dedos, mas pode usar a tesoura. As gemas terminais inibem a ramificação, mas assim que são cortadas, aparecem novos rebentos na área cortada obtendo-se assim novos ramos.

.

.

Nos Juniperus faz-se aproximadamente o mesmo, retira-se ou apenas as pontas de crescimento ou áreas ligeiramente maiores. É uma poda eficaz para se obter uma massa foliar mais densa. Uma vez que vão aparecer novas brotações nos ramos imediatamente atrás.

Nas resinosas, obter crescimento nos ramos antigos é quase uma questão de sorte. Se tivermos que reduzir um ramo mais drasticamente , o mais provável é o ramo não resistir e secar. Pelo que uma manutenção eficaz, evitará que se tenha de ser “drástico”.

A imagem ao lado é de um ficus, neste espécie a pinçagem é feita partindo o rebento de crescimento. Segura-se a folha colada ao rebento e empurra-se esse rebento no sentido oposto à folha, partindo-o.

Noutras espécies basta cortar os rebentos que aparecem na ponta das folhas.

.

.

FOLHOSAS

Existem varios tipos de posição de folha. Folhas que nascem em posição diferente no ramo (uma mais acima e outra mais a baixo), folhas geminadas (uma ao lado da outra) e folhas de grupo.

Quando as folhas têm uma posição ASSIMÉTRICA, comum nos Ulmus, poda-se de modo a dirigir o possível ramo que nascerá junto das folhas.
Na imagem ao lado, A e B representam onde nascerão novos ramos. Se nos interessa que o ramo cresça para o lado direito, poda-se a cima da posição B, se preferirmos para o lado esquerdo, acima da posição A.

NOTA: Deve-se podar SEMPRE 2mm ou mais acima da união da folha com o ramo, NUNCA se poda junto à folha ou arriscamo-nos a perder aquele futuro rebento.

.

Nas folhas GEMINADAS, comum nos ligustrum,  os ramos nascerão para ambos os lados junto às folhas, a preocupação é apenas a de não se cortar demasiado junto a estas.

Nos GRUPOS de folhas (lado direito) basta cortar a segui a um grupo que se queira manter. Este estilo de folhas é visivel nas Carmonas.

.

.

CORTE DE FOLHAS

Na imagem em baixo podemos ver outra técnica, o corte de folhas.
Corta-se metade da folha quando temos uma planta com problemas e precisamos que não despenda tanta energia a alimentar folhagem, ou até a incentivar que dê mais rebentos. Outra utilidade é a de árvores que deviam dar flor/fruto e têm dificuldade, na época antes do acontecimento, faz-se o corte da folha.
Corta-se a folha deixando o pecíolo (ver imagem à direita) agarrado ao ramo/tronco quando se quer fazer uma desfolhagem. A desfolhagem consiste em cortar todas as folhas logo a seguir às primeiras folhas da primavera se tornarem adultas. Tal, permite que as folhas que nascem a seguir sejam mais pequenas e com um aspecto limpo e jovem.
Mas ATENÇÃO: Nem todas as espécies permitem que se lhes faça uma desfolhagem, e algumas é trabalho que de nada serve (as espécies de folha caduca perdem as folhas todas no Inverno). Algumas espécies, se lhes cortar as folhas todas, morrem.  Outro cuidado é que a planta TEM de estar de perfeita saúde, se estiver stressada ou doente pode nunca recuperar.

.

PODA MAIS “DRÁSTICA” ou ESTRUTURAL

A poda mais drástica ou estrutural é geralmente utilizada para formar o bonsai, definir os ramos que farão parte do “desenho”.
Pode-se cortar um ramo para o retirar, mas não se pode contar com o facto de que cortando metade do comprimento do ramo, o que fica volte a brotar. Nem todas as espécies conseguem fazê-lo e as que conseguem tudo depende da saúde e época do ano.

As podas de ramos grossos são feitas ou com serra ou com um alicate próprio para tal. (1a imagem lá em cima).

Devemos lembrar-nos que a cicatriz deixada por remover ramos finos cicatriza relativamente bem, mas que a de ramos mais grossos pode demorar muito tempo se não for tratada convenientemente.  Para tal usa-se pasta cicatrizante (imagem lado direito) que ajuda a que a área não perca humidade demasiado rápido o que atrasaria a cicatrização. Existem vários tipos dessas pastas, algumas são agressivas e pintam a árvore, uma vez que usam óleos, piche e outros componentes. Outros secam demasiado rápido e perdem o efeito desejado. Um bom exemplo disso é a cera… sim, existe quem use cera, geralmente vê-se mais em roseiras e algumas árvores de fruto compradas por aí.

O melhor método de obter cicatrização rápida é deixar a árvore crescer livremente num vaso maior ou até directamente no terreno.

.

Este artigo vai sofrendo modificações conforme for detectando as necessidades dos leitores. Perguntem, peçam… que incluo.

17 Respostas to “Poda do Bonsai”

  1. […] do outro, etc. Deve evitar-se descruzar as raízes. . Poda: Proceder de acordo com o mostrado aqui. . Reprodução: Durante a época de crescimento cortam-se estacas jovens com cerca de 5cm a 10cm, […]

  2. Patricia Ferreira Sobral Ramos said

    Bom Dia

    Tenho uma tuia, mas ela estava dentro de casa e começou a secar. Levei pra fora e ela secou bruscamente. Não quero que ela morra. Como posso salvá-la?

    Me ajude.

    Pelos posts que li constatei que estava cuidando errado da Tuia. Agora vou fazer o correto, mas não sei se dará tempo…

  3. Camile said

    Olá!
    Eu ganhei um bonsai, mas não sei qual a espécie. Acontece que não sei cuidar, molho todos os dias, principalmente por causa do calor excessivo, mas meu bonsai está morrendo. Tentei cortar alguns galhos que já esfarelavam só de pegar. Retirei do ambiente interno e coloquei na varanda, mas acho que só piorou. Gostaria de saber se tem como identificar a espécie por essas fotos e me ajudar a recuperar minha plantinha. Muito obrigada!

    Fotos:

    http://camilecarvalho.com/blog/wp-content/uploads/5-DSC_0240.jpg (os 2 bonsais na varanda)

    Camile

  4. […] rico em humus, convém ter uma percentagem barrenta. . Poda: Proceder de acordo com o mostrado aqui. . Reprodução:A romazeira é cultivada principalmente pelo seu fruto, porém algumas subespécies […]

  5. […] fazer o transplante em tempo frio e antes da Primavera . Poda: Proceder de acordo com o mostrado aqui. . Reprodução: Consegue-se propagar por semente e por estaca. Estaquia: Plantas em vaso com boa […]

  6. Teresa de Pablo Cerdá said

    Ola boa tarde,ha já algum tempo que a minha serissa variegata anda a deixar cair as folhas elas caem só quando estão amarelas, ela esta cheia de rebentos e viçosa as folhas que caem são as mais antigas não sei se é porque ao fim da tarde a coloco na janela a apanhar ar ou se tem a ver com a rega apesar do ar saudavel que tem fico intrigada, não tem prato com agua por baixo e só a rego quando a terra está tipo pano torcido, qual acha que será o motivo já agora vivo em Lisboa.

    • Sim, as mais antigas é normal. Se forem muitas é que convem ter cuidado, verificar se existempintas pretas nas folhas. Se demora mais de 3 dias a regar,… se a tem num local com ar condicionado…
      Tem crescimento novo?

  7. Caro amigo, bom dia!
    Meu nome é Isaac, moro no sertão da Paraíba. Sou admirador da natureza e cuidador também. A cultura oriental sempre me fascinou muito.
    Possuo um sitio, situado no pé de uma serra, por la crio abelhas nativas ( http://www.abelhasdosabugi.blogspot.com ) e de uns tempos para Ca tenho recebido visitas de pessoas de outros estados. Daí, desde então tenho procurado deixar a propriedade mais atraente aos visitantes, mesmo sendo bem simples as instalações. Umas das coisas que iniciei por la foi um jardim japonês, ou jardim zen. E parece-me que uma coisa puxa a outra. A um mês mais ou menos veio ate mim um amigo apaixonado por bonsai e me falou da técnica yamadory, o que muito me animou, pois pensei que so podíamos fazer bonsais apartir de sementes ou nichos. Pois bem, já coletei algumas plantas na minha propriedade que possui uma área bastante pedregosa e onde cresce plantas nativas que por se desenvolverem lentamente o pessoal daqui as chama de plantas anães, bem, para mim agora são bonsais naturais rs…
    em resumo, acabei por achar sua pagina através de uma pesquisa no Google. Acabei por abrir aquele sua lista rsrs… bem de agora em diante sou um de seus seguidores e espero, caso o amigo tenha tempo, no futuro eu possa te enviar algumas fotos das plantas que coletei para sua avaliação. Att, Isaac S. Medeiros

    • Ola, gostei tanto do seu site que incluí um link ali do lado esquerdo em “Pags_Net Animalia”🙂 Se não a quiser lá, basta dizer que retiro.
      Sim, um jardim japonês parece uma ideia muito interessante. Vou deixar-lhe alguns links que é capaz de achar interessante:
      (1)(2) São correspondentes, e têm vindo a evoluir os Jardins e com Coolmeias.
      Yamadori é um bom começo, tenha apenas cuidado para não deixar secar as raízes. Já agora… para obter mais… por estaca é mais rápido e com uma taxa de sucesso maior.
      Sim claro, gosto de trocar ideias e experiencias com quem tem gosto pela arte bonsai, sempre que precisar envie fotos para o email ali ao lado esquerdo: mestrebonsai@hotmail.com

      • Boa tarde caro amigo!
        Fico agradecido por colocar o link da minha pagina na sua. E pelos links também.
        já coletei cerca de 08 arvores, nesses últimos 15 dias, 03 delas já iniciaram a brotação.
        Em breve te mandarei algumas fotos.
        Obrigado por tudo meu amigo, pela atenção, links etc.
        fique com Deus!
        Att, Isaac S. Medeiros.

  8. MEDRONHEIRO (Arbutus unedo) Folhosa de folha persistente FAMILIA: Ericaceas GÉNERO: Arbutus ORIGEM: Toda a região mediterrânica e Europa Central. UTILIZAÇÕES: O fruto é comestível e com ele pode preparar-se uma aguardente. As folhas e a casca são muito ricas em taninos e são usadas como diuréticas, anti-sépticas e também para curtir peles. Normalmente tem porte arbustivo, mas com a idade e com condições ecológicas favoráveis, pode ser uma pequena árvore. O consumo dos medronhos em grande quantidade, pode provocar embriaguez e dor de cabeça.

  9. Teresa de Pablo said

    Boa tarde Mestre como disse anteriormente tenho um Ligustrum com 5 anos e uma Serissa com 8 anos já os tenho alguns meses tenho estado a retirar com alguma frequencia os rebentos de ambos os bonsais que no Ligustrum se tem tornado um pesadelo da quantidade de rebentos que tem, gostava de saber até que altura do ano se pode fazer a poda de forma a não as danificar. cptms Teresa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s